Quintero: 'Estou muito feliz aqui, feliz por vestir uma camisa tão grande como a do Vasco' – VASCONet

Quintero: 'Estou muito feliz aqui, feliz por vestir uma camisa tão grande como a do Vasco' – VASCONet

15 de junho de 2022 Off Por admin

SIGA-NOS

Quintero: ‘Estou muito feliz aqui, feliz por vestir uma camisa tão grande como a do Vasco’ Quarta-feira, 15/06/2022 – 14:36 Quintero chegou há pouco tempo no Vasco, mas já se sente em casa. O colombiano é um dos pilares do sistema defensivo, setor mais sólido do time na Série B. No domingo, contra o Cruzeiro, o zagueiro teve atuação de gala, evitou um gol e teve sua melhor atuação com a Cruz de malta no peito. Motivo de orgulho para ele ter o nome gritado no Maracanã.

– São coisas que o dinheiro não paga, que vão ficar no meu coração para sempre. Como jogador e como ser humano, isso é o mais importante. Se você faz essa pergunta para qualquer jogador, eles também vão responder isso – disse Quintero, antes do treino desta quarta, no CT Moacyr Barbosa.

Adaptado ao clube, Quintero também foi indagado sobre o futuro. Ele está emprestado até o fim do ano pelo Fortaleza, mas tem contrato apenas até dezembro com o time cearense. Portanto, ficará livre em 2023. E o colombiano não esconde sua preferência.

“Estou muito feliz aqui, feliz por vestir uma camisa tão grande como a do Vasco. Por mim eu ficaria aqui por dez anos”, disse. – Meu contrato está acabando no Fortaleza, vou ficar livre. Coloco nas mãos de Deus. Agora estou focado aqui, 2022 no Vasco, focado em colocar o clube na Série A. Mas se fosse por mim, claro que eu queria ficar aqui muitos anos mais – completou.

Veja mais sobre a coletiva de Quintero:

Vitória sobre o Cruzeiro

– Não só eu, mas todo time teve boa atuação. Jogo difícil. Todos os jogo para nós vai ser muito complicado, aqui em casa e fora. A gente já tem definido no grupo que, quando não dá na técnica ou por outras circunstâncias, não pode faltar vontade e entrega. Acho que estamos numa boa sequência com bons resultados.

Segredo do sistema defensivo

– O segredo é o trabalho. O Danilo teve a oportunidade contra o Náutico, para mim foi um dos melhores no jogo. É o trabalho, tem jogadores que participam pouco, mas nos treinos estão sempre dando 100%, tão comprometidos com o grupo que, quando vão precisar delas, vão estar 100% para atuar. O profissionalismo do grupo fala muito sobre isso.

Carinho da torcida

– O carinho do torcedor é incrível, não só comigo, mas com todo time. Criou um relacionamento lindo, o que representa o Vasco. Não tem preço que pague isso, não tem dinheiro no mundo que pague isso.

Entrosamento com Anderson Conceição

– É o trabalho, o profissionalismo desde o primeiro dia. Tem vários jovens, mas meninos muito focados, se doando para aprender, para fazer as coisas bem. São misturas de experiência com juventude, isso é muito bom. Com Anderson, acho que foi algo especial, parece que no primeiro jogo a gente já jogava há 2, 3 anos juntos. São coisas que acontecem, não é fácil você chegar e já ter um entrosamento assim.

Saída do Zé Ricardo

– Zé foi algo especial, o dia que ele foi embora falou para mim que a gente tinha coisas pessoais para falar que ficaram desde o tempo de Fortaleza, e eu nunca esperei uma ligação dele. Foi uma surpresa para mim, foi algo especial, fez um grande trabalho aqui, deixou as portas abertas para voltar. Para mim foi feliz como ele saiu do clube, saiu pela porta da rente, fazendo as coisas bem. Desejo todo o sucesso do mundo para ele.

– O mister que chegou agora, falamos que ele é bem-vindo, estamos aqui para ajudar ele, ajudar o Vasco. Desejo a ele o melhor no trabalho dele.

Coletiva de Quintero, zagueiro do Vasco

Fonte: ge

Compartilhe

Curtir isso:

Curtir Carregando…

Fonte: vasconet.com.br/2022/06/15/quintero-estou-muito-feliz-aqui-feliz-por-vestir-uma-camisa-tao-grande-como-a-do-vasco