Pressionado, treinador segue no Atlético-GO

26 de julho de 2022 Off Por admin

Pressionado, treinador segue no Atlético-GO

Jorginho precisa de um resultado positivo nesta quarta-feira, contra o Corinthians, pela Copa do Brasil

Jorginho continua como treinador do Atlético-GO para primeiro confronto das quartas de final da Copa do Brasil, contra o Corinthians

Categorias: Futebol Brasil

Por: Agência Futebol Interior, 26/07/2022

Jorginho está pressionado no Atlético-GO (Foto: Divulgação/Atlético)

Goiânia, GO, 26 (AFI) – As cinco derrotas seguidas no Brasileirão colocaram o trabalho de Jorginho em xeque no Atlético-GO. Apesar de toda a pressão, o treinador continua para o jogo desta quarta-feira, contra o Corinthians, pela Copa do Brasil.

Os dois times se enfrentam no Estádio Antônio Accioly, às 21h30, pela ida das quartas de final. Um novo revés, ainda mais diante do torcedor rubronegro, deve significar o fim da segunda passagem de Jorginho pelo Dragão.

Depois da derrota para o América-MG, por 1 a 0, em Goiânia, no último final de semana, pelo Brasileirão, o presidente Adson Batista não garantiu a permanência de Jorginho apesar de considerá-lo o menos culpado pela sequência de resultados ruins.

“O Jorginho é um dos menos culpados. Está tentando, foi até “kamikaze”, eu não faria o que ele fez. Ele colocou o Marlon Freitas de zagueiro, o Marlon não é marcador, então ele (Jorginho) tentou de tudo. Não vou crucificar só ele, mas tem momentos em que tenho que pensar no clube. Não é que eu vou tomar decisão antes de quarta-feira, mas tenho que ser muito racional para recuperar o Atlético-GO”, disse Adson Batista.

A segunda passagem de Jorginho no Dragão começou em maio depois da saída de Umberto Louzer. Sob seu comando até aqui foram seis vitórias, quatro empates e oito derrotas.

Nas quartas de final da Copa do Brasil e da Sul-Americana, o Atlético-GO tem como prioridade a permanência na elite do Brasileirão, onde está na zona de rebaixamento, em 18º lugar, com 17 pontos.

Confira também:

Fonte: www.futebolinterior.com.br/pressionado-treinador-segue-no-atletico-go